Blog Archives

Boas energias pra sua casa

“Disciplina é liberdade;

Compaixão é fortaleza;

Ter bondade é ter coragem.”

– Renato Russo

francisco-ass

Francisco | aquarela sobre papel

Informações sobre originais e réplicas: lucianevalenca@gmail.com

Lirismo

Um dos meus primeiros trabalhos em aquarela, ‘Lirismo’ e seus traços delicados em ambiente minimalista e iluminado com luz natural.

Para adquirir essa obra exclusiva ou fazer a encomenda personalizada para o seu projeto, faça contato: lucianevalenca@gmail.com

 

lirismo-composicao-luciane-valencalirismo-luciane-valenca

Signo e Ascendente

 

  • Trabalhos em nanquim e aquarela sobre papel;
  • Acabamento em moldura com vidro;
  • Dimensões 21cmx29,7cm
  • Informações: lucianevalenca@gmail.com

Trio Wilde

“As riquezas comuns podem ser roubadas,
mas as de verdade, nunca. Em sua alma
há coisas infinitamente preciosas que
ninguém jamais poderá tirar de você.”
Oscar Wilde

  • Trabalhos em nanquim e aquarela sobre papel;
  • Acabamento em moldura com vidro;
  • Dimensões 21cmx29,7cm
  • Informações: lucianevalenca@gmail.com

Noite

“A noite acendeu as estrelas porque tinha medo da própria escuridão.” Mário Quintana

Noite by Luciane Valença

(‘Noite’ by Luciane Valença / grafite e aquarela s/papel)

Obra disponível

Entre em contato: lucianevalenca@gmail.com

Inspirações da semana

Começando a semana com muitas cores e inspirações!

dom quixote por Luciane Valença

‘Dom Quixote’
acrílica s/tela – 68x78cm c/moldura
Luciane Valença
2016
Obra disponível

Inspirações para o colorido de “Dom Quixote’

Aquarelas disponíveis e sugestões de ambientes

A arte leva personalidade e leveza para a sua casa. Entre em contato: lucianevalenca@gmail.com

Hinos Homéricos

Estou dando início a ilustração dos trinta e três hinos homéricos, de autoria anônima – que celebram várias divindades da mitologia grega –  uma coleção de hinos em grego, atribuídos à Homero. Contudo, os estudiosos admitem que os poemas foram escritos por diversos autores antigos de diferentes épocas e, mais amplamente, de regiões distintas entre si. A série referida fará parte da próxima exposição ‘Ou+Topos’, em que terei a imensa honra de dividir com meu irmão, Carlos Valença. Até lá muito estudo e imersão profunda, nesses mitos que causam fascínio até hoje.

Confira as primeiras obras:

Paz e Arte!

Atelier

“Que a inspiração chegue não depende de mim. A única coisa que posso fazer é garantir que ela me encontre trabalhando.” Pablo Picasso

Luciane Valença trabalhando no atelier

Cenas do atelier… vida e paredes preenchidas.

Atelier de Luciane ValençaAtelier Luciane Valença

Neptune Eyes

 

Neptune eyes

Insira uma legenda

‘Neptune Eyes’ by Luciane Valença
(aquarela, posca e grafite sobre papel)
Jul/2016

Desejos Inconscientes

Sonhos e abstrações

Adormecidos e despertos

Noturna

Título: ‘Noturna’
Técnica: acrílica s/tela painel
Dimensões: 60x60cm
《Luciane Valença – ano 2016》
Status: Obra à venda
Informações : lucianevalenca@gmail.com

Noturna por Luciane Valença

 

Sonho

Título: ‘Sonho’
Técnica: acrílica e óleo s/tela painel
Dimensões: 40x30cm
《Luciane Valença – ano 2016》
Status: Obra à venda
Informações inbox ou lucianevalenca@gmail.com

Sonho por Luciane Valença

Delivery

Título: ‘Delivery’
Técnica: acrílica s/ tela
Dimensões: 55x46cm
Luciane Valença / 2016
Status: Obra à venda
Informações: lucianevalenca@gmail.com

Delivery

Luciane Valença

Luciane Valença

Luciane Valença is part of the new generation of artists niteroienses that has been gaining strength everywhere and doing a job that is a pleasure to see. The independent scene is growing every day with quality work in music, handicrafts, gastronomy and the arts. Our thing. Our people. Silver home.

Born in Niterói in 1975, designer, visual artist and illustrator Luciane Valença works with visual communication for over 15 years. Founder of Atelier Valença & Arts, along with his brother, artist and restorer Carlos Valença, has been highlighted in the national art scene with a unique style. His influences, noticeable in his features, go through Art Nouveau, Futurism and Surrealism, creating a unique style.

Always mixing the same brush stroke in tints that seem to not have a beginning or end, marked by strong lines and contrasts of light and tones. Figurations and stories that invite us to a fantastic reality of a very particular world, of plastic beauty with depth, proposing a reflection on the emotions, daily life and psyche.

Valença brings to lovers of good painting aged news arising from inspirations, aspirations, desires, quirks and own emotions. It is part of a generation of talented artists willing to indulge in aesthetic revolution with sole intent to demolish the convenience in creation. There is color in Niteroi. And you could not even leave to get close!]

LUCIANE VALENÇA

email: lucianevalenca@gmail.com

Instagram – luvalenca

Facebook – http://www.facebook.com/lucianevalencaarts

 

 

Poente

‘Poente’
acrílica sobre tela painel | 70x50cm
Luciane Valença | ano 2016

Poente por Luciane Valença
Obra à venda

Informações: lucianevalenca@gmail.com

Extraordinárias

Um pequeno recorte da série “Extraordinárias” que começou a tomar forma e que mais uma vez  a exemplo de “Poéticas”, exalta a mulher. Continuo utilizando a aquarela e o nanquim, com tons e traços mais fortes. Ainda não esgotei todas as possibilidades de ambos. Espero que vocês apreciem e comentem. Paz e Arte!

 

O livro sobre nada

calmaria

Calmaria (lápis de cor sobre canson)

“É mais fácil fazer da tolice um regalo do que da sensatez.
Tudo que não invento é falso.
Há muitas maneiras sérias de não dizer nada, mas só a poesia é verdadeira.
Tem mais presença em mim o que me falta.
Melhor jeito que achei pra me conhecer foi fazendo o contrário.
Sou muito preparado de conflitos.
Não pode haver ausência de boca nas palavras: nenhuma fique desamparada do ser que a revelou.
O meu amanhecer vai ser de noite.
Melhor que nomear é aludir. Verso não precisa dar noção.
O que sustenta a encantação de um verso (além do ritmo) é o ilogismo.
Meu avesso é mais visível do que um poste.
Sábio é o que adivinha.

Contemplação

Contemplação (nanquim/grafite sobre canson)

Para ter mais certezas tenho que me saber de imperfeições.
A inércia é meu ato principal.
Não saio de dentro de mim nem pra pescar.
Sabedoria pode ser que seja estar uma árvore.
Estilo é um modelo anormal de expressão: é estigma.
Peixe não tem honras nem horizontes.
Sempre que desejo contar alguma coisa, não faço nada; mas quando não desejo contar nada, faço poesia.
Eu queria ser lido pelas pedras.
As palavras me escondem sem cuidado.
Aonde eu não estou as palavras me acham.
Há histórias tão verdadeiras que às vezes parece que são inventadas.
Uma palavra abriu o roupão pra mim. Ela deseja que eu a seja.
A terapia literária consiste em desarrumar a linguagem a ponto que ela expresse nossos mais fundos desejos.

Amanhecer

Amanhecer (lápis de cor sobre canson)

Quero a palavra que sirva na boca dos passarinhos.
Esta tarefa de cessar é que puxa minhas frases para antes de mim.
Ateu é uma pessoa capaz de provar cientificamente que não é nada. Só se compara aos santos. Os santos querem ser os vermes de Deus.
Melhor para chegar a nada é descobrir a verdade.
O artista é erro da natureza. Beethoven foi um erro perfeito.
Por pudor sou impuro.
O branco me corrompe.
Não gosto de palavra acostumada.
A minha diferença é sempre menos.
Palavra poética tem que chegar ao grau de brinquedo para ser séria.
Não preciso do fim para chegar.
Do lugar onde estou já fui embora. ”

-Manoel de Barros

(ilustrações disponíveis – contato:lucianevalenca@gmail.com)

Pés, para que os quero, se tenho asas para voar?

“Pés, para que os quero, se tenho asas para voar?”
– Frida Kahlo
(“Asas Para Kahlo” por Luciane Valença – lápis de cor sobre canson)
Série: PoéticasFrida Kahlo Luciane Valença

Dia dos Namorados com Arte

Os quadros iluminados estão disponíveis e com 50 % de desconto. Aproveite!
dia dos namorados
Informações: lucianevalenca@gmail.com 
Para ver as obras em tamanho ampliado clique no link

CATÁLOGO EXPOSIÇÃO “MAIS AMOR, POR FAVOR”

Luciane Valença

Faça o download do catálogo das obras da série “Mais Amor, Por Favor”, em exposição no Espaço CDN de Artes. Para saber condições de pagamento, entre em contato através de arteluciane@gmail.com ou pelo whatsapp +55 21 981401850.

CATALOGO LUCIANE VALENÇA

Endereço Espaço CDN de Artes ( Centro de Dança Niterói)

Rua Mém de Sá, nº 79 – térreo

Icaraí – Niterói – Rio de Janeiro

Visitação : de 2ª a 6ª das 8h às 22h

Transpiração & Contemplação

As árvores em muitas culturas são carregadas de simbolismo e religiosidade. Para a cultura Maia ela representava a Via Láctea através da Árvore do Mundo,  símbolo maia da criação e da organização da ordem do mundo com os dias e as noites, os astros como o Sol, a Lua e a Via Láctea.

Para além destes exemplos a Árvore da Vida é encontrada em diversas representações visuais e nos mais diversos nomes em diversos lugares e períodos da civilização humana, seja no Egito Antigo, na Mesopotâmia, Grécia, Índia, Escandinávia, China, Indonésia. Na maioria dos casos relacionada a psique e ao divino.  

Frutos, sombra, água, madeira, borracha e a majestosa variedade de tons em suas copas sempre me tomaram muito tempo de contemplação . Mais do que nunca, devemos preservar e educar nossas crianças para que os mesmos erros não sejam cometidos. As senhoras árvores merecem todo o nosso respeito e reverência!

Apresento um pouquinho da série que começa a nascer “Transpiração e Contemplação”.

Paz e Arte!

Tempo Aconchego Cósmica Essência

caminhada Luciane Valença - Sombra e Consolo

Luciane Valença

A Nudez da Alma Feminina

CAPA_FEMME

A nudez da alma feminina, na arte escrita, falada e visual, percorre ao longo da história uma trajetória que causa profundo interesse, enigma e mistério. O desvelamento desse universo feminino, tão exaltado, cantando, poetizado e colorido, ainda esconde nuances sutis que nos brindam com novos encantamentos.

A_HORA_DA_ESTRELA

Em Femme Literatus, a artista Luciane Valença debruça-se na essência de seu próprio feminino e assimila fontes de inspiração de outros artistas renomados, que contam sobre o “ser mulher”.

Ana Terra   Rainha Margot

Musas, deusas, heroínas, governantes e amantes ilustram as múltiplas faces que definem a lapidação única dessa joia feminina, que compõe cada mulher. Em uma sociedade em que muitas vezes se veem os papéis trocados ou velados, a necessidade de uma essência feminina nos convoca a um resgate que reafirme essas características.


Tereza de Jorge Amado Nástienka by Lu Valença

A mulher aguerrida, romântica, que sofre e conquista, é valorizada em todas as suas faces no traço de Luciane Valença. Porque o “ser mulher” é compor-se única, em suas múltiplas faces.

helena

Traços que marcam o valor e o direito de ser mulher em toda a sua plenitude.

Paula Muniz

Psicanalista e Mestre em Saúde Coletiva

Revisão : Gustavo Damasceno

Série : Femme Literatus
ilustrações em nanquim
Copyright © 2014 Lu Valença

On Skin: Nós somos feitos do tecido de que são feitos os sonhos.

On Skin (óleo/acrílica/spray sobre placa de madeira 110x49cm by Lu Valença)

“Nós somos feitos do tecido de que são feitos os sonhos.”

“We are such stuff as dreams are made on.”

William Shakespeare

Não é sempre que lembro de fazer o registro do processo criativo da minhas obras, mas em “On Skin”, fotografei algumas fases. Obra inspirada na teoria triangular do amor, que é uma teoria do amor desenvolvida pelo psicólogo Robert Sternberg. No contexto das relações interpessoais, “os três componentes do amor, de acordo com a teoria triangular, são a intimidade, paixão e compromisso.”

On Skin (óleo/acrílica/spray sobre placa de madeira 110x49cm by Lu Valença) On Skin (óleo/acrílica/spray sobre placa de madeira 110x49cm by Lu Valença) On Skin (óleo/acrílica/spray sobre placa de madeira 110x49cm by Lu Valença) On Skin (óleo/acrílica/spray sobre placa de madeira 110x49cm by Lu Valença)

A intimidade engloba os sentimentos de apego, proximidade e vínculo; a paixão engloba o sentimento conecto e atração sexual; e o compromisso engloba a decisão de permanecer com outra pessoa, e a longo prazo, o compartilhamento das conquistas e planos com tal.

“A quantidade de amor experienciada depende da força absoluta de tais componentes, e o tipo de amor experienciado depende das forças relativas ao outro.”  Diferentes estágios e tipos de amor podem ser explicados como diferentes combinações dos três elementos; por exemplo, a ênfase relativa em cada componente muda com o tempo como uma relação romântica se desenvolve. Um relacionamento baseado em um único elemento tem menos probabilidade de sucesso do que aquele baseado em dois ou três elementos.” 

Passion / On Skin

Uma foto com as duas faces lado a lado do divisor de ambientes “Passion / On Skin”. Obra realizada em dois momentos 2010 e 2014.
(óleo/acrílica/spray sobre placa de madeira 110x49cm by Lu Valença)
Obra à venda
Valor sob consulta

Afetos: do grão ao fruto

O amor pode ser entendido de diferentes formas, e tomado por certo conquanto é um sentimento, dessa forma é abstrato, sem forma, sem cor, sem tamanho ou textura. Mas é por si só: O sentimento em excelência; o que quer dizer que é o sentimento primário e inicial de todo e cada ser humano, animal ou qualquer outro ser dotado de sentimentos e capacidade de raciocínio natural.

Todos carecem de amor e querem reconhecer esse sentimento em si e nos outros, não importando idade ou sexo. O amor é vital para nossas vidas como o ar, e é notoriamente reconhecido que sem amor a criatura não sobrevive conquanto o amor equilibra e traz a paz de espírito quando é necessário.

afetos do grão ao frutoafetos do grão ao fruto detalhe

Título: “Afetos: do grão ao fruto”
Autor: Lu Valença
Técnica: acrílica e pasta sobre tela painel
Dimensões: 50 x 40cm
Ano: 2014

Exposição Mais Amor, Por Favor de Lu Valença

guia de niteróijornal o globo mais amorestela prestesdiz jornalobras de arte

Espaço CDN de Artes traz exposição sobre Amor

convite_lu

A artista plástica Lu Valença nos convida para uma viagem ao universo amoroso, com a Exposição Mais Amor, Por Favor.

“O amor é vital para nossas vidas como o ar, e é notoriamente reconhecido que sem amor a criatura não sobrevive. Falo do amor das mais diversas formas: amor físico, amor platônico, amor materno, amor à vida.” conta Lu.

Lu Valença expõe suas obras no Espaço CDN de Artes, no período de 18 de outubro a 18 de dezembro. Na exposição “Mais Amor, Por Favor”, ela busca dialogar com o público sobre a importância do amor em nosso equilíbrio.

Suas obras carregam uma profundidade que nos leva a refletir acerca das emoções, das relações, e da busca do amor como caminho para a felicidade. Através de sua exposição, ela espera atingir o público e incentivá-lo a pensar sobre as diferentes formas de amor e sua universalidade.

A abertura da exposição será no dia 18 de outubro às 19h e contará com performance de Gabriel Bellas e canções interpretadas por Martinha & Trio.

Serviço:
Vernissage: 18 de outubro às 19h (término às 22h)
Visitação: até 18 de dezembro
Dias e Horários: de 2ª a 6ª das 8h às 11h e 14h às 22h
sábado das 11h às 20h (sábado)
Local: Centro de Dança Niterói
Rua Mem de Sá, nº79 – Térreo / Icaraí
ENTRADA FRANCA

Sobre Lu Valença:

http://instagram.com/luvalenca/
https://lucianevalencaarts.wordpress.com/
https://www.facebook.com/lucianevalencaarts

Em pequenos goles

Chaplin by Lu Valença Einstein by Lu Valença 

Frida by Lu Valença Hitchcock by Lu Valença

 TARSILA by Lu Valença Gandhi by Lu Valença

Van Gogh by Lu Valença Monroe by Lu Valença 

Madonna by Lu Valença

Projeto Goles de Arte

by Lu Valença

 

O cinema da década de 1920

Salomé

Salomé ilustração em nanquim sobre papel by Luciane Valença Disponível / For sale

cinema da década de 1920 foi caracterizado pelo início do cinema falado, que provocou uma mudança nos hábitos daqueles que frequentavam e faziam ocinematógrafo. Época em que se popularizava o chamado american way of life, as bandas de jazz e a ousadia na moda, que vigorou até a grande Crise de 1929.1 O maior ídolo é Rodolfo Valentino, que em 1921 estreia O Sheik,.2

Ao longo desta década vários artistas se consagram, como Charles ChaplinGreta GarboBebe Daniels e outros; é fundada a Metro-Goldwin Mayer Corporation.2

O Cantor de Jazz, com Al Jolson, inaugura o cinema sonoro, em 1927,2 mas até sua popularização era comum as salas de exibição manterem um pianista para tocar durante a projeção da película.3

Na animação o Fleischer Studios revoluciona os desenhos animados.4 Por outro lado, o Gato Félix (lançado em 1919) tem nos anos 1920 o seu período de maior sucesso, sendo o personagem mais difundido dos desenhos.5

Os melhores filmes desta década foram, resumidamente: O Gabinete do dr. Caligari, de 1920; Encouraçado Potemkim, de 1925; no mesmo ano a obra-prima de ChaplinA Corrida do Ouro e O Fantasma da Ópera, de Rupert Julian.6

(fonte: wikipedia)

6

Senhoras ilustração em nanquim sobre papel by Luciane Valença Disponível / For sale

5

Film Noir (nankin on paper, size A4) © Luciane Valença / 2014

 

Paz e Arte

A Paciência e a Roda do Tempo by Luciane Valença

A Paciência e a Roda do Tempo by Luciane Valença

A Paciência e a Roda do Tempo
(acrílica/óleo/pasta dourada sobre tela painel – 120x80cm)
by Lu Valença / 2014

%d bloggers like this: